"Salve o Corinthians"

Façamos uma breve retrospectiva em relação ao time do Corinthians. Em 2004 o Sport Club Corinthians Paulista fechou parceria com a MSI (Media Sports Investment), empresa representada pelo iraniano Kia Joorabchian, que injetou muito dinheiro no clube paulista. Tanto dinheiro que montou uma equipe para a temporada de 2005 que contava com os argentinos Carlitos Teves e Mascherano, craques pretendidos por grandes clubes europeus, já à época, e com o repatriado, e não menos badalado Nilmar, recém trazido do Lion, da França.

O primeiro resultado fazia com que alguns corintianos pensassem que a parceria fosse proveitosa, afinal o Corinthians foi Campeão Brasileiro em 2005, mas já em 2006 começa a guerra entre o alvinegro paulista e a MSI, divergências em contratações e em investimentos fizeram com que a pareceria que aos ouvidos mais inocentes soava benéfica ao clube. E chega o ano de 2007, já sem as principais peças, já negociadas mundo afora, o Corinthians foi rebaixado à segunda divisão do Campeonato Brasileiro e proporcionou ao “Bando de Loucos” torcedores do Timão um ano de lamentos.

Eis que em 2008, uma nova diretoria corintiana, liderada por André Sanches, contrata o técnico Mano Menezes e conquista a série B com o pé nas costas. Mas antes mesmo de garantir a volta à elite do futebol brasileiro o Corinthians chegou à final da Copa do Brasil e foi vice-campeão, perdendo para o Sport.

Chega o ano de 2009 e surge Ronaldo, sobre a mesma desconfiança que havia sobre o clube, o fenômeno procura redenção e conquista junto com o título de Campeão Paulista de 2009, que veio de forma invicta – fato que não ocorria desde 1972 – o respeito dos torcedores brasileiros.

video

0 comentários:

Postar um comentário